segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Curiosidades sobre danças folclóricas

Volks = povo, Tanz= dança; seria então literalmente a dança popular, tradicional de um povo em uma determinada época e região. Há controvérsias até que ponto as danças criadas para fins de exibição em palco, as chamadas danças folclorísticas, podem ser enquadradas neste mesmo termo. Para fins de registro e como também acabaram sendo adotadas por diversos grupos que praticam a dança popular tradicional, por nós denominada de dança folclórica tradicional, estas acabam entrando no rol dentro desta mesma denominação.

Danças folclóricas ou folclorísticas são danças que pertencem a festas tradicionais ou tem seu lugar na sociedade tradicional. Estas podem ser encontradas em todas as culturas e juntamente com a música tradicional formam um conjunto, uma unidade inseparável. Estas danças apresentam formas coreográficas variadas determinadas pela música e pela região. Também o traje usado para dançar se diferencia nos adornos, tecidos, chapéus e demais acessórios da vestimenta do dia-a-dia.
Com a disseminação da música pop e a comercialização da mesma em festas tradicionais assim como a facilidade de acesso a diversas possibilidades de diversão e lazer, a dança folclórica tradicional acabou ficando restrita a poucos grupos regionais ou eventos específicos. Estes ainda muitas vezes voltados apenas para a atração turística. 

Em geral pode-se diferencial entre danças folclóricas tradicionais "autênticas", estas que foram registradas em um determinado lugar e época, passadas pela oralidade e pela prática. Os registros destas danças contemplam a forma de dança e a melodia da mesma, pesquisada in loco. Os registros também determinam o local de cada forma diferenciada da dança.

As danças Jugendtänze (danças jovens) surgiram no tempo do movimento jovem, no início do século 20. Estas danças são também denominadas de danças folclorísticas, uma vez que sua composição apresentam música e coreografia modernas, muitas vezes com elementos adaptados do balé. Também incorporam elementos teatrais e a representatividade.
Estas danças jovens hoje foram de certa forma incorporadas nas danças folclóricas porém não são danças tradicionais. Estas foram criadas por colecionadores de danças sendo que muitas vezes melodias antigas como valsas de Strauss ou Mozart serviram de base para formas coreográficas. O principal diferencial destas danças está na estrutura complexa de figuras e passos assim como na execução mais voltada a formas do balé.

Também as danças tradicionais, as denominadas "autênticas", são em grande parte danças da moda de gerações passadas. Informações específicas fora as já pesquisadas e registradas dificilmente poderemos ainda resgatar. Com certeza tinham mais durabilidade que hoje quando televisão e internet nos levam a um imediatismo modista que varia em questão de semanas ou no máximo meses. Uma dança no século 18 ou 19 levava um certo tempo para chegar aos vilarejos mais remotos e assim já se firmava como conhecimento popular, podendo sem medo hoje ser registrado como "autêntica dança popular". Um exemplo disso temos na Kuckuckspolka cuja melodia foi um "hit" da música "pop" em Hamburg por volta de 1893. Já a forma de dança foi registrada na região da Galícia, sul da Polônia, que pertenceu ao reino Húngaro-Austríaco.

Música Kuckuckspolka

Fonte: www.volksmusik.cc

Fonte: www.gauverband1.de



Rheinländerfassung
Fonte: www.dancilla.com












Video Kuckuckspolka


Fonte: Dancilla
Tradução e complementação: Roswitha Ziel